Mostrar mensagens com a etiqueta Atualidade. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Atualidade. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Porque queremos sempre o melhor para os nossos filhos

Quando chegam da escola vêm sempre famitos! Desta vez, o Francisco nem o casaco despiu, nem sequer tirou os sapatos :)
Tanto um como outro adoram os boiãos de fruta e já se renderam ao novo Blédi cremoso!
Uma das maiores preocupações dos pais é a alimentação dos filhos. Afinal de contas, esta está diretamente relacionada com o seu bem-estar e saúde.

Optar por produtos frescos, de qualidade, saudáveis, variados e com bons valores nutricionais, é meio caminho andado para termos a garantia de que os nossos bebés crescem de forma saudável. E é tudo isto que a Blédina tem em conta quando desenvolve e pensa nos seus produtos. A marca escolhe os melhores ingredientes, de forma sustentável, e sempre com o cuidado de manter a qualidade das suas receitas.

“Do campo para a mesa” é o lema da Blédina (podem ver o vídeo aqui), que tem como base o cuidado de garantir a melhor seleção de produtos, escolher locais de cultivo adequados à produção de alimentos para bebés e crianças pequenas e de testar com rigor as suas matérias-primas, assegurando que estas são seguras e adequadas para os bebés. Além disso, desenvolvem os seus produtos tendo em conta as diferentes fases de crescimento e desenvolvimento dos bebés. Outro ponto importante, para não dizer crucial para qualquer pai, é que uma das garantias da Blédina é que os seus produtos não contêm corantes, nem conservantes1.

A segurança é o compromisso prioritário da marca. Nesse sentido, o processo de produção é controlado desde a entrega das matérias-primas e material de embalagem, até à chegada do produto ao mercado.
Se não conhecem os produtos da marca visitem o site www.bledina.pt e passem num super ou hipermercado onde poderão encontrar papas, boiões 100% fruta (sem adição de açúcares2), refeições, sobremesas e lanches Blédina.


Aproveitem! :)


AD - Publipost - Post feito em parceria publicitária com a Blédina.

1 – De acordo com a legislação em vigor.
2 - Contêm açúcares naturalmente presentes.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Rubrica Nós&Eles | 014

Sugestão by David, do blog Duas para Um

Após o adiamento por falta de Primavera, o Primavera lá chegou e como não haveria deixar de ser, lá fomos nós para a festa...  

O mini NOS Primavera Sound é excelente para a catraiada. Tem musica, crianças, relva e uns quantos bonecos a andar por lá a assustar e fazer rir quem passa. Vale a pena! Para os graúdos, comes e bebes com fartura e um parque da cidade inteiro para desanuviar da confusão... Sombras não faltam, se não se importarem de estar longe do palco, claro...  

Não sou de todo pessoa de sair de casa às pressas, muito menos pelo amanhecer só para arranjar lugar. Chegar ao final da tarde, para mim, já é sinónimo de sucesso mas claro está, a confusão que se encontra a essa hora é de virar costas e ir embora... Mas resistimos.  

Música ao vivo a entreter a malta e a Benedita a correr de um lado para o outro atrás de quem tivesse uma bola (desculpem as inúmeras interrupções de jogo...). A mamã preferia que fosse para a ginástica, o papá acho que para já está em vantagem... J



Louca com toda aquela agitação, lá vislumbrou os patinhos no lago e claro, entre um adeus e outro, lá deu escorregadela e... Pé dentro do lago...

Hilariante esta miúda a andar o resto da tarde descalça pela relva, incomodada com qualquer folhita que teimosamente se metia entre os deditos... Só visto mesmo...

Agora, mais só para o ano... Aparecam, é um dia muito bem passado, bem juntinho à praia, um parque gigantesco e música bem conhecida deles. E tudo gratuito! Só não façam como eu e aproveitem o dia todo pois coisas para fazer por ali não faltam! 
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 
Sugestão by Sofia, do blog Entre Biberons e Batons


Os sites das Câmaras Municipais e as suas páginas de Facebook podem ser grandes aliados dos pais. Isto porque através deles conseguimos saber uma série de atividades que vão acontecer perto de nós, e muitas dessas atividades estão vocacionadas para famílias. Sobretudo agora, com o bom tempo, este tipo de programas mulplicam-se e até acaba por ser uma forma de, muitas vezes, conhecermos sítios novos.

Um dia destes fomos ao programa “Um dia saudável na Quinta”, promovido pela Câmara Municipal de Sintra. A ideia deste evento era promover uma alimentação saudável junto dos mais pequenos e incluiu uma série de atividades a pensar neles. O espaço onde se realizou, na Quinta da Ribafria, era lindíssimo, e, lá está, eu não conhecia e de outro modo talvez não o ficasse a conhecer.

Como não podia deixar de ser, levámos farnel para fazer um piquenique, o que já vem sendo tradição :P


Por isso já sabem. Estejam atentos, procurem, porque de certeza que existem uma série de programas que a vossa Câmara, ou a do lado, tem agendados para os meses que se avizinham.






sexta-feira, 3 de junho de 2016

Rubrica Nós&Eles | 013

Sugestão by Sofia, do blog Entre Biberons e Batons

Se não conhecem o Parque da Serafina, em Monsanto, Lisboa, têm mesmo de ir lá com os miúdos. Vale mesmo a pena! De vez em quando vamos lá e é sempre uma boa “aposta”.









O parque é enorme, tem imensos espaços diferentes, desde um circuito para os mais pequenos andarem de bicicleta, várias zonas com baloiços adequados a várias idades, um lago com patinhos, várias zonas de piquenique, um espaço super giro com tendas de índio... vale mesmo a pena!


Ultimamente, quando vamos lá, levamos o lanche e uma toalha para fazermos um piquenique. O Gonçalo prefere fazê-lo na relva mas, desta vez,  acabámos por usar as mesinhas que também existem por lá.



Agora que os dias bons parecem ter vindo para ficar, de certeza que vamos voltar lá muitas mais vezes J

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sugestão by David, do blog Duas para um


OK, este já vem tarde, eu sei... Mas, tal como o Natal, volta todos os anos e por isso nunca é demais recomendar...

Senhor de Matosinhos!

As mamãs e papás do Sul fazem alguma ideia do que se trata?

Para os Lisboetas, o Sr. De Matosinhos é uma espécie de Santo António, sem as marchas, concentrado num só espaço, com recheio de feira popular e duração de quase 1 mês!

Escusado será dizer que é confusão garantida, mas as crianças adoram sempre!

Desgraças à parte, os carrocéis são a perdição dos mais pequenos (embora aqui o papi se tenha sentido tentado...) e com as luzes, música e balões à mistura, o difícil é tirá-los de lá...



Depois há as barraquinhas! Ah as barraquinhas... Cada uma da sua região, repletas de comes e bebes para os papás! Já é tradição aqui em casa "janta" de sardinhas e ginginha de Óbidos à saída!  J

Mas atenção! Não se deixem enganar por todas estas coisinhas, afinal de contas, estamos em território inimigo!

As guloseimas estão por todo o lado e os brinquedos atravessam-se à nossa frente. Por isso, se têm crianças um pouco mais crescidas, preparem-se para umas quantas birras caso não levem para casa a pistola do cowboy ou o cãozinho que dá mortais...

E não julguem que vão só sofrer com os mais crescidos... A Dita nem 1 ano e meio tem e eu saí de casa com uma filha e regressei com duas... Raios partam a Masha ou lá como se chama! Só espero que para o ano que vem não vendam balões do Urso... Xiça!



domingo, 22 de maio de 2016

Rubrica Nós& Eles | 012

Sugestão by David, do blog Duas para um



E porque a cidade do Porto não é o centro do Mundo, nem a única cidade do Norte, este fim de semana serviu para deambular pela cidade dos Arcebispos, a belíssima Braga!

Os inícios de febre e tosse não permitiram grandes aventuras, mas enquanto foi possível, lá nos aventurámos...

Com o argumento de mais uma corrida dos tios no circuito de Braga, lá fomos nós de malas e bagagens (vá lá que desta vez não foram assim tantas...)!

Uma voltinha pela zona histórica, com a visita obrigatória à famosa Sé e umas quantas esplanadas pois o Sol convidava foi o que conseguimos... Ficou muito por ver e fazer, o que obriga a uma segunda visita assim que possível, mas a tosse cedo começou a atacar e vimo-nos obrigados a recolher ao hotel...

Ainda deu um tempinho para umas brincadeiras num parque infantil mas pouco mais... São os ossos do ofício, não é assim?

Valeu o pódio alcançado pelos tios e claro, a festa do Maior do Mundo!
J

Fica a promessa de uma nova visita e essa certamente com mais histórias para contar!



-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sugestão by Sofia, do blog Entre Biberons e batons


Há fins-de-semana que não são tão "cheios" como gostaríamos. No entanto, acho que às vezes há uma tendência para nos esquecermos no quão simples são as  crianças. Ou dito de outro modo, nós, adultos, complicamos muitas vezes as coisas!

Isto tudo para dizer que as situações mais simples do mundo podem fazer as delícias deles. Por isso, e como no fim-de-semana que passou não tivemos a oportunidade de fazer nada de especial, resolvemos fazer um lanche ajantarado na sala, permitindo assim que eles vissem televisão enquanto comiam (normalmente comemos na cozinha e lá não há televisão para ninguém).

Como não é algo a que eles estejam habituados, a ideia foi um sucesso J O pior foi que o menino Gonçalo esquecia-se que estava ali TAMBÉM para comer e esteve o tempo todo vidrado na televisão :P

Mas pronto… vezes não são vezes e, pelo menos, o pequenote maior ficou feliz da vida J



O Gonçalo adora estas mini-pizzas :)


sexta-feira, 13 de maio de 2016

Segurança acima de tudo!


Andar de elevador ou de escadas/ tapetes rolantes não tem propriamente nada que saber. Pelo menos aparentemente e pelo menos para nós, adultos. No entanto, não é invulgar termos de chamar a atenção dos mais pequenos para se comportarem como deve de ser quando estão a andar num destes meios de deslocação. Ou porque não páram quietos, ou porque vão com a cabeça na lua… enfim…

A verdade é que há regras de segurança importantes a ter em conta e que são importantes de incutir nas crianças. E foi isso que fez a ThyssenKrupp, num workshop de segurança destinado à pequenada. O workshop foi dada pelo Super Zero (o zero vem de "zero acidentes"), que explicou aos mais novos que:

- devem andar nos tapetes e escadas rolantes sempre a olhar para a frente, quietos e com a mão no corrimão;

- que antes de andarem num destes dois meios devem verificar se têm os atacadores bem apertados e se não têm nenhuma peça de roupa que possa ficar presa nos tapetes ou escadas;

- que devem chamar o elevador carregando no botão apenas uma vez;

- e que não devem saltar dentro dos elevadores.

O Gonçalo adorou o Super Zero e, tendo em conta o que me explicou à noite, aprendeu bem a lição :)


quinta-feira, 12 de maio de 2016

Rubrica Nós&Eles | 011

Sugestão by Sofia, do blog Entre Biberons e Batons
O fim-de-semana passado não augurava grande divertimento. Sexta-feira tínhamos sido chamados da escola do Gonçalo porque ele estava com febre, again, e, para piorar, de sexta para sábado o Francisco começou a dar sinais de que ia voltar a adoecer também. Outra vez!

Uma vez que o tempo também estava péssimo e na tentativa de os resguardar ao máximo, passámos o fim-de-semana praticamente todo enclausurados em casa. No entanto, vocês que têm filhos sabem que manter crianças em casa dá muuuuito trabalho e há que tentar fazer coisas variadas e divertidas para que eles não comecem a ficar... insuportáveis, vá!

Como o Gonçalo anda há séculos a perguntar quando é que voltamos a fazer um piquenique, tive a ideia de fazermos um na sala. E foi o máximo! :) Confesso que tão depressa não repito, porque com o Francisco a coisa não foi fácil, mas se tiverem filhos da idade do Gonçalo ou mais velhos, experimentem porque é mesmo divertido :) 




 -----------------------------------------------------------------------------------------------------
Sugestão by David, do blog Duas para um

Um fim-de-semana como (quase) todos deveriam ser!

Nada! Basicamente não fizemos nada!!!

E fazer nada é fazer alguma coisa, certo? É fazer nada!

E que bem que sabe! É que por esta altura são tão raros estes momentos "do nada" que mais vale aproveitá-los!

Já disse e repito que não gosto de pressas, de stress, de fazer tudo a correr (imaginem as dificuldades que vivo com duas mulheres em casa...)! Com a chuva que esteve o melhor mesmo foi ficar por casa. 

Brincadeira para aqui, maluquiçes para ali, preguiça por todo o lado... 

Quem disse que o Inverno não era bom?! 

Aproveitámos para convidar alguns amigos para jantarem e tomar café e desfrutámos da sexta e sábado à noite com a melhor companhia!

Gostamos bastante de receber visitas e a Benedita delira! Claro está, é o centro das atenções e não pára enquanto não mostra tudo o que é dela, brinquedo a brinquedo.... Exibe todas as suas novas conquistas, captando a atenção de qualquer um!


Posto isto, a minha sugestão para os dias de chuva passa por não fazer nada e aproveitar para consolidar as amizades que muitas vezes ficam tão comprometidas com a maternidade/paternidade! Agora vou é aproveitar que o Verão está aí à porta (ou pelo menos há quem diga que sim...) e acaba-se a "boa vida"...



Arquivo do blogue

Seguidores