terça-feira, 22 de agosto de 2017

Sou romântica e a culpa é (em grande parte) deles


Queria ter escrito este post ontem - dia em que o filme fez 30 anos - mas não consegui, por isso, cá  vai ele com um dia de atraso.

Este post é sobre o Dirty Dancing, um filme que vi inúmeras vezes, que me deixava a sonhar em todas elas, e que marcou a minha meninice e adolescência.

A música, a dança, a história de amor de Baby e Johnny... tudo no filme me apaixonava. Ou, para ser absolutamente sincera, tudo no fillme me apaixona.

Estava eu a pensar nisto ontem, quando cheguei à conclusão que aquela coisa de acusarem os filmes de princesas da Disney de serem os culpados por as meninas serem altamente românticas, pode ser extremamente injusto. Então e filmes como este, não fazem o mesmo?!

(pelo menos comigo fizeram!)

A verdade é que, digam o que disserem, ninguém me convence de que filmes como o Dirty Dancing não alimentam uma visão mais romântica da vida. Mais. Um Top Gun também devia de entrar para a lista dos "culpados", assim como um Pretty Women.

E querem saber o que mais?  Viva o romantismo e viva os filmes lamechas como estes três :)

E ainda digo mais...


Now I've had the time of my life
No I never felt like this before
Yes I swear it's the truth
And I owe it all to you

I've been waiting for so long
Now I've finally found someone
To stand by me

We saw the writing on the wall
As we felt this magical
Fantasy

Now with passion in our eyes
There's no way we could disguise it
Secretly

So we take each other's hand
'Cause we seem to understand
The urgency

Just remember

You're the one thing
I can't get enough of

So I'll tell you something
This could be love because

I've had the time of my life
No I never felt this way before
Yes I swear it's the truth
And I owe it all to you

Hey, baby
With my body and soul
I want you more than you'll ever know

So we'll just let it go
Don't be afraid to lose control, no

Yes I know what's on your mind
When you say, "Stay with me tonight"

Just remember

You're the one thing
I can't get enough of
So I'll tell you something
This could be love because

I've had the time of my life
No I never felt this way before
Yes I swear it's the truth
And I owe it all to you

But I've had the time of my life
And I've searched though every open door
Till I found the truth
And I owe it all to you

Mood de hoje


Estou desejosa de ver este senhor :)

Mais vale tarde que nunca!

Pareço uma criança com um brinquedo novo. Descobri agora as maravilhas do Instagram (sim, não gozem, foi só agora!) e estou maravilhada!

Andava para me meter nisto há séculos, mas a falta de capacidade de memória do meu telefone impediam-me de me meter nesta aventura. Entretanto, apaguei umas coisas, e toca de explorar a app. 

Aquilo é mesmo giro, pá! (deica ver quanto tempo dura a pancada :) )

Ass. A infoexcluída!

Believe!



segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Seria... estranho!

O Gonçalo anda fascinado com o mundo do futebol. Um destes dias fez-me mil perguntas sobre o dia-a-dia dos futebolistas (como se eu soubesse), incluindo se eles viviam com a família ou se tinham de viver longe, se podiam ver a mãe ou não, quando é que treinavam, etc. Uma das dúvidas prendia-se  com o duche.

"Mamã, os jogadores quando acabam um jogo tomam banho?", perguntou.

"Sim, claro. Nos estádios existem balneários, onde eles podem tomar banho.", respondi.

"Ahhh. E é o treinador que lhes dá banho?"

Uma grande conquista

Estas férias de verão marcaram uma fase muito importante na vida do Francisco (e, consequentemente, na minha também): ele deixou as fraldas (durante o dia).

Ele já tem 2 anos e 9 meses, o que para muitos pais é tarde, mas também vos sou sincera, não estava minimamente preocupada com o assunto. Com o Gonçalo stressei imenso, muito por causa das pressões de terceiros, e resolvi que não ia cometer o mesmo erro. A verdade é que os meus stresses não adiantaram de nada e até acredito que atrasaram um processo que não tinha de ser stressante, nem para ele nem para mim.

Desta vez, esperei até sentir que eu estava com disponibilidade mental para insistir e lidar com os "acidentes", porque, obviamente, eles acontecem, e foi o melhor que fiz.

O meu bebé está a acrescer :) <3

domingo, 20 de agosto de 2017

Como não gostar dela?!

O melhor som do mundo

O G. e o F. já estão numa fase mais complicada. O Gonçalo, com os seus quase 7 anos, adora o irmão de paixão, mas por vezes sufoca-o. Agarra-o e dá-lhe beijos e o Francisco não gosta muito. Por outro lado, também adora provocá-lo e irritá-lo. Por sua vez, o Francisco, com os seus 2 anos e 9 meses, é tudo menos santo. De modo que agora, volta e meia, tenho os dois a fazerem queixa um do outro e a choramingarem... O que é extremamente irritante e desgastante.

Mas depois também há momentos como os de há bocado, em que estava eu a arrumar a cozinha e eles estavam a brincar um com o outro e a rirem à gargalhada. Aquele gargalhar puro e sentido, que só as crianças sabem dar. E eu, no meio dos tachos e panelas, fui invadida por uma felicidade imensa e por um sentimento de gratidão enorme perante a vida.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Eu sabia que este dia ia chegar

Já aqui falei disto. Ter férias com crianças não é bem férias. E, hoje, entrei oficialmente na fase do "estou desejosa que chegue segunda, para começar a trabalhar!"

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

A vida é bela

Foram boas, mas acabaram... umas férias diferentes, regeneradoras, que serviram, acima de tudo, para encontrar alguma tranquilidade interior e para reencontrar parte de mim. As férias acabaram, mas a vida não... e a vida é bela :-)

Arquivo do blogue

Seguidores